Acesso a Informação:
     

Filie-se ao Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Paraná



"Os homens podem dividir-se em dois grupos: os que seguem em frente e fazem alguma coisa e os que vão atrás a criticar." (Sêneca)
-Interna

Notícias

Assembleia Geral faz balanço de 2017 e apresenta projetos para o próximo ano

28/03/2018

Os representantes dos 27 sindicatos da Polícia Federal continuam reunidos em Brasília para a Assembleia Geral Extraordinária, promovida pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef). O evento teve início na terça-feira (27) e será encerrado nesta quarta (28).
O presidente Luís Antônio Boudens abriu a AGE elogiando a participação dos sindicatos e ressaltou a importância do trabalho da entidade. “Estamos trabalhando a duras penas para construir um Brasil melhor e sem corrupção.”
O senador Álvaro Dias participou do evento e falou sobre a relevância do serviço prestado pela PF. “O sonho de todo político é ter o mesmo prestígio da Polícia Federal, especialmente depois da Lava Jato”, lembrou. “O que interessa ao brasileiro é o combate à corrupção.”

GT das Fronteiras
O Grupo de Trabalho que realiza diagnóstico das fronteiras brasileiras ressaltou, durante a AGE, que ainda há muito trabalho a ser feito. O diretor adjunto da Fenapef e ex-presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Paraná, Fernando Vicentine, explicou a iniciativa.
“É um trabalho para mapear as condições de trabalho dos colegas que atuam nessas regiões. Toneladas de drogas, armas, munições e produtos falsificados e de procedência desconhecida passam todos os dias pelas fronteiras. Os policiais federais e demais profissionais conhecem o problema, mas não contam com estrutura para enfrentá-la”, disse.
O diretor de Seguridade Social da Fenapef, Sérgio Pinheiro, comentou sobre a importância do questionário para esse mapeamento. É com ele que as lutas da entidade serão subsidiadas. “As fronteiras brasileiras são estratégicas para a segurança pública, especialmente nesse momento de crise. A postura do Governo com essas áreas deve ser coerente com o discurso de que o setor é prioridade”, apontou.
O GT é formado pelas diretorias de Relações de Trabalho, Estratégia Sindical, Seguridade Social e por representantes da Diretoria Adjunta da Federação. A pesquisa realizada pelo grupo deve ser concluída ainda este ano.

Balanço
Durante a AGE, as diretorias ligadas à Fenapef apresentaram um balanço de 2017. Prestadores de serviços aproveitaram a ocasião para falar sobre os projetos que estão conduzindo junto à Federação em 2018, como o clube de benefícios Federal Club, lançado em janeiro deste ano.

Comunicação Fenapef