Acesso a Informação:
     

Filie-se ao Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Paraná



"Os homens podem dividir-se em dois grupos: os que seguem em frente e fazem alguma coisa e os que vão atrás a criticar." (Sêneca)
-Interna

Notícias

Policial federal, saiba tudo sobre a nova carteira funcional

21/08/2017


A Polícia Federal lançou o novo conjunto de identificação funcional que traz uma série de importantes elementos de segurança. O modelo já está em processo de confecção e permitirá uma identificação mais rápida e precisa. Será composto do Cartão de Identidade Funcional, com todos os dados do servidor – como nome, filiação, matrícula além de garantir porte de arma aos servidores policiais, ativos e inativos.
A nova carteira funcional possui itens especiais de segurança, como tinta de variação óptica com luminescência à luz ultravioleta na cor dourada, fundo geométrico duplo, fotografia fantasma do titular, QR-Code que retornará os dados biográficos do portador, imagem escondida, fundo invisível fluorescente com brasão da PF, entre outros.
Modernos e mais seguros, os cerca de 20 mil documentos de servidores policiais e ocupantes do plano especial de cargos já estão disponíveis para troca.
Como obter a nova carteira funcional?
A Federação Nacional dos Policiais Federais – Fenapef preparou um passo-a-passo para você, policial federal, adquirir a sua nova carteira funcional. A mudança é obrigatória para todos os servidores policiais, incluindo os que estão lotados em áreas administrativas.
Servidores ativos com acesso ao SISEG
I – Acesse o Sistema Carteira Funcional no SISEG, confira os dados pessoais e funcionais e confirme a autorização da confecção do item ou Conjunto de Identificação Funcional;
II – caso os dados pessoais e funcionais constantes no Sistema Carteira Funcional não estejam corretos e atualizados, faça a atualização cadastral junto à unidade de Recursos Humanos e depois repita os procedimentos do item I;
III – compareça à unidade de identificação e apresente o Conjunto de Identificação Funcional a ser devolvido, se houver, ou outro documento de identificação civil;
IV – apresentar à unidade de identificação, quando necessário:
a) ocorrência registrada na PF acerca de extravio, furto ou roubo; e
b) laudo psicológico para fim da restrição ao porte de arma.
Servidores aposentados ou sem acesso ao SISEG
I – preencha e imprima o formulário específico, anexo IV da Instrução Normativa nº 112/2017, disponível no sítio eletrônico da PF (http://www.pf.gov.br/servicos-pf/aposentados-pensionistas);
II – compareça à unidade de Recursos Humanos, entregue o formulário, faça a atualização cadastral e apresente, caso solicitado:
a) ocorrência registrada na PF acerca de extravio, furto ou roubo; e
b) laudo psicológico para renovação do documento de porte de arma para o servidor policial aposentado.
III – compareça à unidade de identificação e apresente o Conjunto de Identificação Funcional a ser devolvido, se houver, ou outro documento de identificação civil.