Acesso a Informação:
     

Filie-se ao Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Paraná



"Os homens podem dividir-se em dois grupos: os que seguem em frente e fazem alguma coisa e os que vão atrás a criticar." (Sêneca)
-Interna

Notícias

O poder econômico e a impunidade

25/02/2017


Após dois longos julgamentos, o primeiro tendo o advogado do acusado abandonado o Tribunal do Júri, o alívio sentido após a condenação do réu durou pouco. A esperança de que o poder econômico não mais contribuiria com a impunidade acabou.

A decepção não é apenas como policial federal, sindicalista, representante dos Policiais Federais no Estado do Paraná, é como cidadão. Presenciei os momentos de sofrimento dos familiares da vítima durante o julgamento, o alívio com a condenação as 03:25h da manhã e, nesse momento, não tenho nem como imaginar mais essa imensurável dor a eles atribuída.   

O poder econômico tornou o desrespeito à vida humana, no qual foram produzidas oitenta perfurações no corpo de uma pessoa, sem a menor chance de defesa, menos grave que a grande maioria dos crimes que lotam nossas penitenciárias.

O que os policiais irão responder quando forem efetuar uma prisão e forem indagados sobre a gravidade de seus crimes comparados ao homicídio qualificado cometido por Alessandro Meneghel?

Francisco Carlos Breus
Presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Estado do Paraná – SINPEF-PR
 
 
 
Justiça concede habeas corpus a Alessandro Meneghel
 
Condenado a 34 anos e seis meses de prisão, o ruralista Alessandro Meneghel ficou preso pouco mais de 34 horas. Na tarde de hoje (24), o advogado Claudio Dalledone Junior, informou que conseguiu o habeas corpus de seu cliente que estava preso no Centro de Triagem em Curitiba.
Meneghel já saiu da cadeia e foi direto colocar tornozeleira eletrônica. Ele deverá cumprir prisão domiciliar em Cascavel. Antes de viajar ele deverá conceder uma entrevista coletiva no escritório do advogado.
O ruralista foi condenado pela morte do policial federal, Alexandre Drumond Barbosa. O crime aconteceu em frente a uma casa noturna de Cascavel em abril de 2012.

http://www.tarobacascavel.com.br/secoes/2017/02/justica-concede-habeas-corpus-a-alessandro-meneghel/