Acesso a Informação:
     

Filie-se ao Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Paraná



"Os homens podem dividir-se em dois grupos: os que seguem em frente e fazem alguma coisa e os que vão atrás a criticar." (Sêneca)
-Interna

Notícias

Vai ter barulho

23/01/2017


Vai ter barulho
 
A reforma da Previdência pretendida pelo governo Michel Temer está mexendo num vespeiro: 250 mil servidores da área de Segurança Pública.
Representantes de 30 entidades se reuniram hoje em Brasília – um fórum chamado União dos Policiais do Brasil — para discutir estratégias para convencer o Executivo a descartar a ideia de mexer com a aposentadoria especial de policiais federais e civis, policiais rodoviários, agentes penitenciários, entre outros. “Não aceitamos a retirada da atividade de risco da Constituição”, afirma Flávio Werneck, vice-presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais.
A atividade de risco é o que garante, por exemplo, a um policial federal se aposentar com 30 anos de serviço, sem a necessidade de idade mínima.
Os servidores preparam um protesto para o dia 8 de fevereiro em Brasília.