Acesso a Informação:
     

Filie-se ao Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Paraná



"Os homens podem dividir-se em dois grupos: os que seguem em frente e fazem alguma coisa e os que vão atrás a criticar." (Sêneca)
-Interna

Notícias

Responsável pela morte do Agente da Polícia Federal EDSON MARTINS MATSUNAGA está entre os foragidos da Penitenciaria Estadual do Paraná – PEP

31/12/1969


Pedro Henrique Procópio, responsável pela morte do Agente da Polícia Federal EDSON MARTINS MATSUNAGA, em 04 de outubro de 2010, está entre os foragidos da Penitenciaria Estadual do Paraná – PEP. A fuga ocorreu na madrugada do último dia 15, na qual 26 detentos se evadiram daquele estabelecimento prisional. As forças de segurança estão todas mobilizadas no sentido de recaptura-los.

 
 

Carioca matou um agente da PF em assalto (Foto: Reprodução)
Condenado a 22 anos e nove meses de prisão pela morte de um policial federal, Pedro Henrique Procópio, o Carioca, é um dos presos que ganhou liberdade neste domingo durante o arrebatamento na Penitenciária Estadual de Piraquara, a PEP1. Além dele, outros 25 detentos ganharam a liberdade.
Carioca era o líder de uma quadrilha, de seis homens, que invadiu uma casa lotérica em outubro de 2010, no Centro de Curitiba, e disparou contra o agente Edson Martins Matsunaga, da PF. Carioca foi inclusive o autor do disparo que vitimou o agente. Em 2011, a quadrilha foi julgada e condenada .
A prisão da quadrilha em 2011, cinco dias após o crime, apenas mostra como o arrebatamento pode estar relacionado com o PCC (Primeiro Comando da Capital). Na época, Carioca e seus comparsas faziam uma festa em uma chácara em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, quando trocaram tiros com a polícia. A festa era financiada pelo PCC.
Confira outros presos:
Assaltante de banco
Outro nome na lista é Célio Afonso da Silva, de 41 anos, o Missionário. Em 2014 ele foi condenado a 12 anos e dois meses de prisão pela morte de Ramiro Ramos de Oliveira, 42, dentro de um bar no Pilarzinho, em setembro de 2011. Além disso, ele é assaltante de banco.
Traficante de drogas
Gabriel Eduardo Alves Cordeiro, o “Pânico”, “Du” ou “Dudu”, de 30 anos, foi preso em 2013 pela Denarc (Divisão de Narcóticos) por tráfico de drogas.
Homicídios
Márcio Ricardo de Oliveira Pirrotti, de 37 anos, preso desde 2007, acusado de diversos homicídios em Santa Catarina e Curitiba.
Briga de trânsito
Marcos Orelio Mauda é condenado por assaltos e também por um crime de trânsito, cometido no bairro Cajuru em 2012. Na ocasião, ele discutiu com um motorista e o matou a tiros.
Assaltante
José Antônio de Sá, de 33 anos, o Zeca Malote. Apontado como um dos mais perigosos assaltantes de Maringá, no Norte do Paraná.
Homicídios
Um dos fugitivos da PEP 1, José Ricardo Ferraz, 28 anos, foi preso em 2008 com 20 por ter cometido cinco assassinatos no bairro Alto Maracanã, em Colombo, região metropolitana de Curitiba.
Assassinato de médico
Maicon de Lima, fugitivo da PEP 1, é acusado de matar, em agosto de 2010, o médico João Carlos Romanus, de 74 anos. O neurocirurgião levou um tiro no peito no bairro Alto da XV, após tentar fugir de um assalto.
Morte de agente penitenciário
Marlon Magno Freitas Castelhano, o “Sip”, é ligado ao PCC e, em 2010, participou da morte de um agente penitenciário, quando com outros suspeitos tentou arrebatar um preso em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba.
Líder de rebelião
Mayco de Souza Moretti, vulgo Guerreiro,de 26 anos, fugiu da PEP 1. Moretti havia sido transferido da Casa de Custódia de Maringá, em setembro de 2011. Ele foi o líder do motim na época.
Assaltante
Paulo Sérgio Martins, assaltante preso em 2012 por agir na Região Oeste do Paraná.
Líder do PCC
Rafael Antônio dos Santos,  o“Avatar”, foi preso em 2015 no bairro Santa Felicidade, em Curitiba. Um dos líderes do PCC, ele já havia sido preso em 2009 pelo crime de tráfico de drogas.
Assaltante de banco
Rafael Bruno Rodrigues, o Sergipano, de 26 anos, foi preso em 2015 em Paranavaí por assalto a banco. Em 2014, ele havia fugido de uma penitenciária em Foz do Iguaçu.
Assaltante de carros
Rafael Luciano dos Santos preso em 2012, em Colombo, com carros roubados.
Homicídio
Preso por homicídio, Rafael Meira Taborda, de 23 anos, foi preso em 2011 usando o nome do irmão em Curitiba.
Briga de bar
Rafael Maciel Dias, condenado em 2014 a sete anos de prisão por um homicídio dentro de um bar em Colombo, região metropolitana de Curitiba, também fugiu da PEP 1.
http://www.bandab.com.br