Acesso a Informação:
     

Filie-se ao Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Paraná



"Os homens podem dividir-se em dois grupos: os que seguem em frente e fazem alguma coisa e os que vão atrás a criticar." (Sêneca)
-Interna

Notícias

Papiloscopista Policial Federal trabalhando por uma sociedade melhor

08/07/2015

ALUNOS PARTICIPAM DE PALESTRAS SOBRE DROGAS
TERRA ROXA -29/06/2015
 
As palestras oferecidas são resultados de um projeto realizado em parceria entre o Ministério Público, Polícia Federal, Poder Judiciário e Administração de Terra Roxa, mediado por meio da Secretaria de Educação. Esse projeto proporcionou aos alunos das Escolas Municipais receber orientações sobre a prevenção e dependência de drogas.
 
As atividades estão relacionadas a "Semana do Combate e Prevenção ao uso de Drogas" e contou com sete palestras destinadas aos alunos dos 4º e 5º anos do Ensino Fundamental. O trabalho aconteceu nas escolas, com encerramento na tarde de quinta-feira (26), no auditório da Escola do Trabalho.
 
As palestras foram proferidas pelo Promotor de Justiça da Comarca de Terra Roxa Daniel Caram Farah, Juiz de Direito Sr. Dr. Christian Reny Gonçalves e Papiloscopista da Polícia Federal Henrique Delucca.
 
Segundo o Promotor Daniel Farah, é muito importante o trabalho de prevenção com crianças que ainda não conhecem sobre o assunto. "Eu achei interessante essa ideia de trabalhar com crianças de 08 a 12 anos, que ainda não tiveram contato com as drogas mas tem a oportunidade de receber conhecimento sobre o assunto e saber do impacto na vida pessoal e social", afirmou. Para ele, o resultado foi bastante positivo, ressaltando a participação dos alunos, demonstrando interesse e fazendo diversas perguntas sobre o tema.
 
Para o Papiloscopista Delucca, "O modelo de se combater as drogas somente na repressão tem se mostrado falho e quando nós reprimimos o tráfico a gente está agindo contra a oferta, já quando trabalhamos com a prevenção estamos diminuindo a demanda".
 
Delucca, que atua na Delegacia da Polícia Federal em Guaíra, chefiada pelo Delegado Dr. Marco Smith, explica que o trabalho com esse público visa alertar de maneira preventiva sobre os cuidados com as drogas.  "Eu acredito nas gerações e penso que o assunto deve ser abordado com crianças desta idade, porque atualmente os jovens estão tendo experiências muito precoce, como exemplo de um menino de 10 anos, que já está na rua e convive com outro jovem de 15 anos, que por sua vez já tem contato com outro de 18 anos de idade, com grandes possibilidades de ter acesso as drogas. Por isso é bom conscientizar desde já sobre as consequências de saúde e sociais dentro da família, que são graves e muitas vezes irreversíveis".


fonte: prefeitura municipal de Terra Roxa