Acesso a Informação:
     

Filie-se ao Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Paraná



"Os homens podem dividir-se em dois grupos: os que seguem em frente e fazem alguma coisa e os que vão atrás a criticar." (Sêneca)
-Interna

Notícias

INFORMATIVO ASPF: REAJUSTE UNIMED

08/06/2015

Senhores Associados,
 
 
 
Após exaustivas reuniões mantidas entre esta ASPF, e os representantes das Associações de SC e ES, com a gerência de operações da administradora do plano e saúde da UNIMED, foi com muito esforço e após várias tentativas de composição, chegou-se ao reajuste anual do plano.
 
 
O contrato que mantemos com a referida operadora cobre um total de 2.874 vidas, pessoas de todas as idades, com vários tipos de produtos pactuados, como atendimento em apartamento ou enfermarias, com coberturas em todo território nacional, para uma gama de serviços conforme cada caso.
 
 
Do total de vidas cobertas pelo plano de saúde, duzentas e quarenta e três se referem aos agregados, pessoas maiores de 59 anos, que são genitores e sogros dos associados, num total de 8,4% das vidas seguradas. Esclarecendo que as Associações mantêm estes agregados no contrato uma vez que foram incluídos na época em que era permitido tal tipo de situação, que hoje já não é aceito pela administradora do plano.
 
 
Durante as negociações foram apresentadas, pela operadora, documentações referentes  ao custo por pessoa segurada, bem como projeção de valores relativos ao equilíbrio financeiro do contrato. Sendo destacado que houve grande impacto quanto ao que foi gasto, nos últimos doze meses, com os agregados, gerando resultado negativo de R$ 2.768,841,45, para a administradora, que obviamente busca recuperar o déficit.
 
 
Buscamos contudo nas negociações não onerar demasiadamente todos os associados que mantem o plano de saúde, ou seja, a maior parcela de 91.6% dos associados, que teriam que arcar com um reajuste de 19,5%, visto que se não houvesse a figura do agregado, representando 8,4%, nosso contrato seria superavitário.
 
 
Por decisão das diretorias das Associações, que participaram das negociações, optamos por uma questão de justiça, aceitar a proposta de um reajuste de 11%, já no próximo pagamento, para a cobertura de 2.631 pessoas e um reajuste diferenciado, a maior, para os 243 restantes, conforme tabelas em anexo.
 
 
Para adequar o reajuste maior referente os agregados, ficou estabelecido que somente para estes não será mais cobrada a co-participação nas consultas, gerando assim, um novo produto que passa a fazer parte do contrato com a Unimed, onde esses agregados, a partir do próximo mês, serão reajustados com os valores constantes da nova tabela.
 
 
Para efeitos comparativos, cotejando-se as tabelas anteriores e a nova para os agregados, verifica-se que o valor que anteriormente era pago pelo atendimento em apartamento são praticamente idêntico aos novos valores para acomodações em enfermaria. Esclarecendo que nada muda quanto aos atendimentos, pois somente a acomodação deixa de ser individual, passando a ser dividida com outro paciente.

 
Por fim, podemos ainda lembrar que de acordo com o estatuto do idoso, as pessoas maiores de 60 anos são contempladas com a possibilidade de acompanhamento 24 hrs, mesmo quando acomodadas nestes quartos duplos, havendo restrição apenas e tão somente quanto a horários de visitas.
 
 
Acreditamos que foi a melhor negociação que pudemos pactuar com a operadora, tendo em vista as informações recebidas, quanto aos reajustes praticados nos contratos de outras associações, que foram muito maiores, e todos temos conhecimento de que os planos de saúde não são obrigados a repassar o mesmo reajuste de planos individuais, que são regidos pela ANS, para os planos coletivos por adesão, como é o nosso caso. Para finalizar, acabou de ser anunciado o reajuste dos planos individuais cujo índice é fornecido pela ANS, que, pasmem, foi de 13,5 5.
 
 
 
 
 
Obrigado a todos. Diretoria da ASPF